Blog

Cresce a demanda de cirurgias minimamente invasivas no Brasil

19/02/2019 por ·

Cresce a demanda de cirurgias minimamente invasivas no Brasil

A área de procedimentos minimamente invasivos está ganhando cada vez mais espaço nas salas de cirurgia. Dados divulgados pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Minimamente Invasiva e Robótica (Sobracil) apontam que em 2018 houve um crescimento de 42,6%, em comparação ao ano anterior.  No exterior, onde esses procedimentos já são bastante avançados, houve um crescimento de 11 a 15%, com previsão de chegar a mais de 1 milhão de cirurgias em 2019.

Esse crescimento se deve aos benefícios que essa modalidade traz ao paciente. As cirurgias minimamente invasivas são mais precisas, com melhor recuperação, internação hospitalar mais curta, menos dor, retorno mais precoce às atividades ocupacionais e menores complicações.

Entretanto, no Brasil ainda há uma carência de profissionais capacitados para trabalhar com novas técnicas e novos instrumentos na mesa de cirurgia. É por esta razão que a equipe do CMI Colorretal está ofertando a pós-graduação em Tratamento Mini-Invasivo das Doenças Colorretais e Anais.

Serão oito módulos distribuídos conforme os seguintes temas: doença diverticular, câncer colorretal, cirurgia robótica e novas tecnologias, endometriose intestinal, fisiologia e disfunções do assoalho pélvico, doenças orificiais, doença inflamatória intestinal e colonoscopia.

Os alunos terão acesso a ambientes de simulação e passarão por práticas hands on – cirurgias em tecido vivo (animais). Além das aulas teóricas, o curso vai realizar transmissões ao vivo de cirurgias diretamente de hospitais brasileiros, asiáticos, americanos e europeus.

Ficou interessado? Acesse este link e inscreva-se: www.bit.ly/2FF29PM.